5 erros na comunicação interna que afetam diretamente o engajamento

Descobrir o que causa a falta de engajamento ou o distanciamento desses colaboradores não é uma tarefa fácil. Separamos 5 Erros comuns na Comunicação Interna que afetam diretamente essa interação.

Um dos maiores desafios da Comunicação Interna é engajar os funcionários. Segundo uma pesquisa do Instituto ADP (Acompanhamento de Desenvolvimento Profissional), 84% dos colaboradores possuem alguma questão relacionada à motivação no trabalho.

Descobrir o que causa a falta de engajamento ou o distanciamento desses colaboradores não é uma tarefa fácil. Existem diversas situações que podem causar desconforto e desconectá-los da empresa.

Por isso, separamos 5 erros que, ao longo da nossa trajetória como agência, percebemos como recorrentes – e que afetam diretamente o engajamento dos colaboradores.

Vamos juntas e juntos entender cada um deles?

1) FALHAS NA COMUNICAÇÃO

Os colaboradores são os “porta-vozes” da empresa, por isso eles devem estar sempre bem informados. É preciso um bom planejamento e estudo do público. Só assim publicações e a própria comunicação estarão alinhadas com a linguagem e expectativa de todos, fazendo com que as informações sejam facilmente entendidas.

2) NÃO LEVAR EM CONSIDERAÇÃO AS OPINIÕES DOS COLABORADORES

É importante ouvir os funcionários sobre o que eles gostariam de ser informados, se gostam mais de textos, imagens ou vídeos. Além disso, é importante saber o que eles geralmente consomem na vida pessoal. Somente assim os comunicados e informações da empresa irão se tornar mais atraentes.

Não existe uma fórmula. Cada público é diferente: uns gostam mais de vídeos; outros consomem mais texto, e assim por diante. Por isso, o diagnóstico de comunicação interna é tão importante, pois nos permite conhecer o público e saber suas preferências.

3) COMUNICAÇÃO DE MÃO DUPLA

Uma Comunicação Interna bem feita facilita a integração das equipes e melhora o desempenho das pessoas dentro da organização. Por isso, é preciso fornecer feedbacks constantes, comunicar com clareza, permitir trocas de ideias e ter diálogos abertos, além de estabelecer uma comunicação que converse verdadeiramente com os colaboradores, seja uma via de mão dupla para que os funcionários se sintam mais engajados, motivados e conectados à empresa.

4) FALTA DE TRABALHO EM EQUIPE

Empresas que não incentivam o trabalho em equipe entre seus colaboradores tendem a ter um baixo engajamento. Uma das maiores reclamações dos funcionários que não são engajados é o sentimento de trabalho solitário, sem o apoio da equipe – ou dos líderes.

O papel da Comunicação Interna, nesses casos, é trazer esses profissionais para perto, seja por meio de premiações para as equipes de trabalho ou gincanas que incentivem ações em conjunto.

5) CLIMA ORGANIZACIONAL RUIM

O clima organizacional é um dos indicadores mais importantes para a Comunicação Interna, pois retrata a saúde do ambiente de trabalho e é um norte para que as empresas saibam o que está acontecendo.

Ele funciona como um termômetro de percepções. Ao realizar uma análise, é possível entender questões e saber se os colaboradores estão de acordo com as decisões da empresa, se eles estão alinhados com os valores e objetivos da companhia ou até mesmo se estão desmotivados.