O papel do marketing de conteúdo no desenvolvimento de sites

O papel do marketing
de conteúdo no desenvolvimento de sites

O marketing de conteúdo é uma estratégia que tem como principal objetivo a entrega de informações de valor e relevância ao público-alvo de uma marca. Isso inclui a criação e a otimização de textos para atrair potenciais interessados, além de reforçar o engajamento e a retenção do público.

A estratégia também tem como proposta gerar ações positivas para a marca como interações nas publicações, compartilhamentos, inscrições ou cadastros e, sobretudo, conversões de leads qualificados.

Mas o marketing de conteúdo não tem só a ver com blog? Claro que não! Ele também tem tudo a ver com vendas, sendo um importante canal para a aquisição de leads. Quer saber como fazer tudo isso de forma estratégica, potencializando os bons resultados? Você descobre nas próximas linhas!

Como funciona o marketing de conteúdo no desenvolvimento de sites?

Um site institucional tem como propósito reforçar o branding da empresa, atrair e reter visitantes, melhorar o posicionamento nos motores de busca e muito mais. Percebe como ele precisa de um conteúdo de valor para garantir alta performance?

É aí que entram em cena as técnicas e melhores práticas desse segmento do Inbound Marketing. O marketing de conteúdo no desenvolvimento de sites é a ferramenta ideal para estabelecer autoridade, educar o público consumidor, nutrir leads e gerar boas oportunidades de vendas.

A seguir, você confere em etapas como aproveitar ao máximo o marketing de conteúdo para potencializar as páginas de um site, tornando-o mais estratégico e com foco total em conversão!

Definindo a estratégia de conteúdo

O primeiro passo é entender a importância de colocar o seu cliente no centro das estratégias. Com quem você deseja falar no seu site e nos conteúdos de marketing? Quais são os interesses desse público e como chamar a atenção para sua mensagem? Para responder a essas perguntas, é essencial identificar o público-alvo do negócio.

Uma forma de basear suas ações e produções nesse potencial interessado é criar personas para a marca. Esses personagens semifictícios, com características, dores e comportamentos bem definidos, ajudam a escolher o tom de voz dos conteúdos e, o mais importante de tudo, as abordagens ideais para conquistar e converter os visitantes das páginas.

Com isso em mente, chega a hora de levantar os objetivos de marketing, ou seja, quais propósitos a empresa deseja atingir com determinadas estratégias. Para o site, por exemplo, um dos mais comuns é o reconhecimento da marca e seu consequente fortalecimento online. Então, vale considerar as diferentes etapas do funil de vendas para essas decisões.

Vale lembrar que, apesar de existir um manual sobre marketing de conteúdo com boas práticas de produção, cada empresa tem as estratégias que funcionam melhor para o próprio público.

Além disso, é válido reforçar o papel das técnicas de Copywriting aplicadas na otimização das páginas, a fim de que o objetivo de conversão seja alcançado com sucesso. Técnicas de persuasão, gatilhos mentais e outros recursos avançados de escrita publicitária ajudam a garantir a alta performance na estratégia de conteúdo.

Então, considere a realidade da sua marca para incluir nesse planejamento estratégico não só a otimização das páginas institucionais do site, com foco em ranqueamento, como também outros conteúdos possíveis. Veja as possibilidades:

área para conteúdos, com blog posts de 500 a 3.000 palavras, preferencialmente;

páginas de captura de leads para e-books, infográficos e outros materiais ricos;

área para cases de sucesso, vídeos, webinars ou podcasts da marca;

tutoriais guiados e conteúdos avançados sobre os serviços e produtos oferecidos pelo negócio.

Otimizando o conteúdo para SEO

Já sabe o que o site vai ter? Ótimo! Ao organizar a arquitetura da informação, você já tem uma ideia de que tipo de informação vai em cada parte. Essas são oportunidades incríveis para fazer uma seleção de palavras-chave importantes para o seu negócio — aquelas que vão atrair um público qualificado.

Para encontrar esses termos, existem ferramentas como o planejador do Google Ads, SemRUSH, Ahrefs, Ubersuggest e similares. Inclusive, essa é uma boa maneira de planejar os conteúdos não só para o site, mas também para um blog: a partir das palavras-chave mais buscadas pelos seus consumidores.

Esses termos podem ser usados tanto como principais e secundários em um conteúdo quanto como tags para otimizar as buscas. De toda forma, pense em uma estrutura que dê visibilidade às informações, com negritos onde for necessário, sem poluir a leitura.

Além disso, títulos otimizados, uma hierarquia entre os intertítulos e escaneabilidade são aspectos fundamentais para a performance do site e conversão. Não deixe de conferir nosso guia de SEO para iniciantes e tirar suas dúvidas!

Promovendo o conteúdo

Além do SEO, que aumenta o tráfego orgânico do site (quando feito corretamente), há outras estratégias para promover os seus conteúdos — da página institucional, do blog ou de outras páginas de conversão.

Pensando no portal de novidades e nos textos da empresa, uma delas é a parceria com outras marcas, no esquema de guest post. Nesse formato de divulgação, você trabalha o link building do blog, por exemplo, publicando conteúdos em sites de terceiros.

Em retorno, você publica um texto dessa empresa no seu próprio site. Com isso, ambas ganham visibilidade e credibilidade, ajudando na captação de clientes. Mas essa é uma ação pontual que, apesar de render bons resultados, não deve ser a principal preocupação no sentido de promover seus conteúdos.

Para atingir essa meta, é essencial trabalhar bem as redes sociais e o e-mail marketing. Considere as seguintes ações em seu planejamento tático de marketing — lembrando que o seu site também precisa ser responsivo, ajudando na experiência do usuário:

compartilhar links nos Stories do Instagram;

fazer carrossel (galeria de fotos) com as informações de um conteúdo, produto ou serviço, com CTA que leva para o site;

usar informações relevantes para fazer vídeos (Reels, live, TikTok, YouTube etc.), também com CTA para o site;

deixar links para suas páginas (site e blog) nas redes sociais;

fazer uma newsletter para compartilhar os conteúdos em primeira mão com os inscritos, além de promover reconhecimento de marca;

disparar e-mail marketing com ações promocionais ou institucionais, que levam o lead para alguma página estratégica do site, de modo que ele converta por lá.

Medindo o sucesso

Para mensurar o ROI da estratégia de marketing de conteúdo, é importante avaliar a remuneração dos profissionais envolvidos na criação dos textos e o retorno que tiveram em tráfego para o site.

É possível fazer essa mensuração a partir de ferramentas como o Google Analytics, que ajudam você a entender de onde vieram esses leitores e qual é o caminho deles pelas páginas. Também é possível analisar os dados de outras maneiras, conforme o leque de ações adotado dentro da estratégia macro de conteúdo.

As próprias ferramentas citadas aqui para SEO ajudam no acompanhamento da performance do domínio do site, como o já citado Ahrefs, além dos recursos das plataformas de automação de marketing, como o RD Station, que auxiliam no acompanhamento de métricas de landing pages, e-mails e até mensagens de WhatsApp, por exemplo.

Se a sua intenção é fortalecer a marca, atrair, reter interessados e aumentar as vendas, vale reforçar que as frentes do planejamento de marketing não podem andar separadamente. Por isso, quando feito de forma estratégica, o marketing de conteúdo tem tudo para potencializar os esforços do desenvolvimento de sites.

Curtiu as dicas? Então, convidamos você a acompanhar as nossas redes sociais. Por lá, compartilhamos diversos conteúdos relevantes para potencializar o seu planejamento estratégico de marketing. Siga a Agência Elohim no Instagram, no Facebook, no Twitter e no LinkedIn.